segunda-feira, 13 de fevereiro de 2012

Neste verão você quer ser Sereia ou Baleia? Conheça o caso.


Uma resposta ao criador do outdoor da Academia Runner, de São Paulo, o qual se referia a mulher como Sereia ou Baleia, está tomando grandes rumos no Facebook. A indignação contra tal comparação tomou conta do sentimento de muitas mulheres e até homens pela rede social. 


O caso foi real. Aconteceu por volta de Novembro de 2004 e uma blogueira postou em seu blog uma resposta para tal pergunta discriminatória. A resposta não chegou a ser encaminhada para a academia, mas como podemos ver, até hoje ela tem aumentado a auto-estima de muitas mulheres. Encontramos no Facebook, Youtube, rodando por Emails, e até em palestras é citado  o caso. 




Segue a postagem que ficou conhecida:

Imagem ilustrativa, pois a real foi retirada na mesma época.




A academia Runner criou um outdoor que perguntava o seguinte: "Neste verão, você quer ser sereia ou baleia?";
“ Ontem, vi um outdoor da Runner, com a foto de uma moça escultural de biquíni e a frase: “Neste verão, qual você quer ser?”
Sereia ou Baleia?

Respondo:
 
Baleias estão sempre cercadas de amigos.
Baleias têm vida sexual ativa, engravidam e têm filhotinhos fofos. Baleias amamentam.
Baleias nadam por aí, singrando os mares e conhecendo lugares legais como as banquisas de gelo da Antártida e os recifes de coral da Polinésia.
Baleias têm amigos golfinhos. Baleias comem camarão à beça.
Baleias esguicham água e brincam muito.
Baleias cantam muito bem e têm até CDs gravados. Baleias são enormes e quase não têm predadores naturais.
Baleias são bem resolvidas, lindas e amadas.
Sereias não existem. Se existissem viveriam em crise existencial: “Sou um peixe ou um ser humano?”
Sereias não têm filhos, pois matam os homens que se encantam com sua beleza. São lindas, porém tristes e sempre solitárias...
Runner, querida, prefiro ser baleia! ""


Pra quem não acredita na veracidade do caso, o mesmo foi julgado pelo CONAR.
“Neste verão o que você quer ser: sereia ou baleia”
Representação nº 279/04
Autor: Conar, a partir de queixa de consumidor
Anunciante: Parque Colina São Francisco (Runner)
Relatora: Claudia Wagner
Decisão: Sustação
Fundamento: Artigos 1º, 3º, 6º, 19, 20 e 50, letra c do Código
Por unanimidade, atendendo a sugestão da relatora, as 5ª e 6ª Câmaras, reunidas em sessão conjunta, recomendaram a sustação de outdoor da Runner que mostrava jovem de biquíni e a frase: “Neste verão o que você quer ser: sereia ou baleia?”
O outdoor foi considerado discriminatório e grosseiro por consumidor de São Paulo. Não houve defesa por parte da Runner.
Em seu voto, a relatora escreveu: “Seria cômico se não fosse discriminatório, agressivo e provocante”. Para ela, o outdoor é exemplo “medíocre de uma atualidade materialista e insistente em limitar-se a valores que se guardam em frascos de vidro, como os botox e outros elixires de eternos e idênticos padrões de beleza”.


5 comentários:

  1. Brincadeira essa academia! Uma empresa que oferece um serviço com a proposta de melhoria de qualidade de vida e que, obviamente, conta com profissionais de Educação Física como pessoas envolvidas numa mudança de atitude compatível com o prazer de praticar atividades físicas, deveria ser porta voz de conscientização e não de preconceitos ou exclusão. Lamentável. Bons profissionais de Educação Física levaram anos para difundir a boa imagem desta profissão e, sobretudo, aproximar cada vez mais pessoas da escolha por uma vida saudável. Academia Runner, corra do preconceito!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. ACADEMIA É LUGAR DE GORDO! GORDO ENTRA NA ACADEMIA POR MOTIVOS DE SAÚDE, E PERDA DE PESO. ESSE BANDO DE "SARADOS" ENTRAM LÁ, NÃO POR MOTIVO DE SAÚDE, MAS SIM PARA SE ENCHEREM DE "PROTEÍNAS, BOMBAS...". AÍ DISCRIMINAM QUEM ESTÁ ACIMA DO PESO. QUERO LEMBRA-LHES QUE NA VELHICE DUAS COISAS SÃO CERTAS NA VIDA: 1ª- A MORTE 2ª- GANHO DE PESO. SABE A DIFERENÇA CRUCIAL? QUEM TOMOU BOMBA TERÁ, UMA VELHICE CHEIA DE PROBLEMAS. E QUEM PREFERIU VIVER DO QUE SE MATAR, TERÁ UMA VELHICE TRANQUILA. OBESIDADE É UMA REALIDADE NO MUNDO. NÃO É MINORIA, E NÃO DEVE SER TRATADA COMO TAL. ENGORDAR NÃO É CRIME, AGORA SUSTENTAR O TRÁFICO DE ANABOLIZANTES, SIM.

      Excluir
  2. Raciocínio reto o do publicitário que inventou esta bobagem propagada por meio do "outdoor" e também o da moça com sobrepeso que se sentiu (com razão) atingida.
    Na boa, anorexia é uma doença, um problema de saúde pública, e obesidade também é, ora.
    Se não deve existir um culto, um proselitismo à anorexia, a uma magreza extrema que vende a falta mensagem de saúde, bem-estar e qualidade de vida, também não deve existir um proselitismo no sentido de que ter sobrepeso é o máximo.
    Anorexia e obesidade são problemas de saúde pública e ambos, todos sabemos, matam.
    A anorexia dispensa mais detalhes. São conhecidos seus efeitos mortais e exemplos na mídia não faltam.
    Já no caso da obesidade, as pessoas se prendem só nos casos que relatam quem sofre da chamada "obesidade mórbida", que requer cirurgia de redução de estômago, e esquecem que este problema também mata aos poucos.
    Causa problemas circulatórios, renais, cardíacos, ortopédicos, motores, etc.
    Nem sereias esquálidas nem baleias, mulherada. Por favor.

    ResponderExcluir
  3. Chato são as gordinhas conformadas com seu excesso de peso. Se conformaram com os problemas de obesidade futuros também? (problemas de articulação, condicionamento físico insuficiente, doenças crônicas não transmissíveis). Falta é coragem pra começar e admitir que OBESIDADE É DOENÇA (OMS!)

    ResponderExcluir
  4. Se ela acha que ser baleia é algo tão bonito, por que ela se sentiu tão ofendida ?
    Gordo acha desculpa para tudo: eu quase não como nada!; meus ossos é que são grandes"; eu tenho metabolismo lento!; eu não tenho tempo para me exercitar!; eu prefiro ser gorda do que magrela!, etc, etc

    ResponderExcluir